Rotary Club de Copacabana



PLANO DE AÇÃO 2014 – 2015

10489652_661506247259063_2053582932162554492_n

Avenidas de Serviços

As Avenidas de Serviços orientam os trabalhos desenvolvidos pelos Rotary Clubs:

1. Serviços Internos, a primeira Avenida de Serviços, abrange as medidas que devem ser adotadas pelos rotarianos para que o Clube funcione eficazmente.

2. Serviços Profissionais, a segunda Avenida de Serviços, promove altos padrões éticos nos negócios e profissões, reconhece o valor de todas as ocupações e promove o ideal de servir em todas as atividades profissionais. Todo rotariano tem por responsabilidade conduzir sua vida pessoal, profissional ou de negócios de forma coerente com os princípios do Rotary.

3. Serviços a Comunidade, a terceira Avenida de Serviços, abrange atividades desenvolvidas por rotarianos, às vezes em cooperação com outros, para melhorar a qualidade de vida da sua comunidade ou município.

4. Serviços Internacionais, a quarta Avenida de Serviços, refere-se a atividades implementadas por rotarianos em prol da paz, boa vontade e compreensão internacionais. Inclui entrosamento com povos de outros países para conhecer seus costumes, profissões, aspirações e dificuldades por meio de contatos pessoais em viagens e convenções troca de correspondências e desenvolvimento de atividades e projetos conjuntos.

5. Serviços às Novas Gerações, a quinta Avenida de Serviços, reconhece a mudança positiva trazida pelos jovens, através do incentivo a atividades de desenvolvimento de qualidade de líder, engajamento comunitários, prestação internacional de serviços e de programas de intercâmbio que enriquecem e promovem a paz e compreensão mundial.

Esta perspectiva contribui para manter em foco o lema “DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI”.
Em harmonia com a estratégia assim definida, os Clubes Rotários devem estabelecer Metas Anuais para atender a cada Avenida de Serviço, as quais terão apoio das Comissões.

Comissões do Rotary Club de Copacabana 2013-2014

O Presidente Eleito, o Presidente Atual e o último Ex-Presidente devem trabalhar conjugando esforços, de forma a não haver soluções de continuidade e mudanças bruscas de estratégias, que podem comprometer todo um trabalho anterior, além de assegurar a liderança existente e o planejamento da transferência de cargos.

Administração

Objetivos:

Conduzir atividades relacionadas ao funcionamento eficaz, eficiente e a operação do Clube;

Estimular os associados a comparecer às reuniões plenárias e recuperar frequência, comparecendo as reuniões em outros Clubes;

Contatar os associados que com frequência não comparecem as reuniões, conhecendo as razões das suas ausências, e incentivá-los ao comparecimento;

Motivar com ideias e ações, para estimular a frequência, eliminando as causas que possam estar contribuindo para a ausência de associados às reuniões do Clube;

Incentivar os associados a comparecerem as Assembleias Distritais, Conferências Distritais, Regionais e Internacionais.

Diretor Geral: Ricardo Antunes Correa
Diretores Adjuntos:
Olindina Maria Cavalcanti Régis
Nina Clara Benchimol
Maria Thereza Telles de Aquino

Companheirismo

Objetivos:

Gerar laços de amizade entre os associados e familiares para otimização de suas atividades;

Desenvolver oportunidades em diferentes eventos, inclusive familiares, para que se amplie o companheirismo e o ideal de servir;

Prestar solidariedade aos associados que estejam impedidos de comparecer ao Clube por motivo de saúde ou de força maior, informando, se for o caso, aos associados;

Apoiar companheiros em situações difíceis ou dolorosas.

Diretora Geral: Olindina Maria Cavalcanti Régis
Diretores Adjunto:
Cleofas Paes Santiago
Dorzila Irigon Tavares
Eduardo Mayr

Organização das Reuniões

Objetivos:

Organizar as reuniões plenárias, definição da mesa presidencial, preparação dos prismas e do som, agendamentos dos salões para reuniões e A&B.

Diretor Geral: Stephan Blank
Diretores Adjuntos:
Cleonice Datum
Ricardo Antunes Correa
Claudio Mauricio Zyngier
Helio Donin Jr.

Programação

Objetivos:

Analisar e agendar palestras, planejar e acompanhar a execução das reuniões plenárias.

Diretor Geral: Fernando Alves Vieira
Diretores Adjuntos:
João Batista dos Santos
Antenor Barros Leal
Raul Christiano de Sanson Portella
Marcia Vassallo de Carvalho
Nina Clara Benchimol
Recepção e Frequência

Objetivos:

Estar presente antes do início da reunião plenária.

Receber cada associado, convidado ou visitante, fazendo-o sentir-se integrado com os demais associados do Clube.

Ampliar ao máximo a integração dos associados nas reuniões plenárias.

Fazer com que os associados presentes às reuniões se sintam fraternalmente acolhidos, orientando-os, inclusive, na ocupação dos lugares vagos nas mesas.

Diretora Geral: Nina Clara Benchimol
Diretores Adjuntos:
Mina Seinfeld de Carakushansky
Monica Wolff
Robert Nigri

Patrimônio Histórico

Objetivos:

Divulgar informações relativas à história do Clube;

Manter, de forma organizada, todo o material existente e o que vier a ser disponibilizado catalogando e guardando ordenadamente taças, troféus, placas, medalhas e documentos outorgados ao Rotary Club de Copacabana, ou a seus associados, garantindo-se a apresentação da memória do Clube.

Diretor Geral: Francisco de Paula Gusmão de Souza Brasil
Diretores Adjuntos:
Orlando Feliciano Leão
João Batista dos Santos
Alfredo Gerhard Sobotka
Antonio Durbalino Pereira da Silva
Raymond Guy Michel Alonso

Quadro Social

Objetivos:

Ampliar o Quadro Social do Clube de acordo com os regulamentos do Rotary;

Garantir a permanência dos associados atuais e promover a captação de novos associados dentro dos padrões exigidos a um rotariano, disposto a cumprir suas obrigações rotárias;

Manter atualizado o Catálogo de Classificações;

Garantir a atualização dos conhecimentos rotários dos associados, através de mais de um Fórum Rotário no exercício, previsto o primeiro para o mês de agosto (Mês do Desenvolvimento e Expansão do Quadro Social);

Ministrar ou transmitir os conhecimentos rotários suficientes para que um pretendente a associado possa tomar decisão de ingressar no Clube inteiramente consciente de seus direitos e de suas obrigações rotárias.

Analisar as propostas de novos associados, considerando sua idoneidade moral, seu conceito profissional, social e cívico na comunidade e encaminhar suas conclusões ao Conselho Diretor para decisão.

Diretor Geral: Isaac Benchimol
Diretores Adjuntos:
Fernando Alves Vieira
José Otávio Knaack Campos
Stephan Blank

Informação Rotária

Objetivo:

Ministrar ou transmitir o conhecimento rotário suficiente para que um pretendente a associado possa tomar decisão de ingressar no Clube inteiramente consciente de seus direitos e obrigações rotárias.

Diretor Geral: Cleofas Paes Santiago
Diretores Adjunto:
Alberto Cumplido de Sant’Anna
Claudino Brasil da Nóbrega

Prestação de Serviços

Objetivos:

Desenvolver e implementar atividades educacionais, humanitárias e profissionais que atendam as necessidades de comunidades locais e internacionais.

Diretor Geral: Marceli Uram
Diretores Adjuntos:
Geraldo Lopes de Oliveira
Mina Seinfeld de Carakushansky
Tamoto Nakamura
Peter Byrd Rodenbeck
Zara Maria Paim de Assis
Paul Louis Poulallion

Fundação Rotária

Objetivos:

Desenvolver e implementar planos para apoiar a Fundação Rotária por meios de contribuições financeiras e participação de programas da entidade.

Diretor Geral: Alberto Cumplido de Sant’Anna
Diretores Adjuntos:
Claudino Brasil da Nóbrega
Cleonice Barros de Macedo Datum
Paul Louis Poulallion

Imagem Pública

Objetivos:

Elabora e executa planos para divulgação ao público interno e externo, informações relativas às atividades do Rotary a fim de promover a sua imagem bem como desenvolver atividades de projetos de prestação de serviços e propagar os conceitos de valores éticos.

Diretor Geral: Sergio Henrique Richiden Guimarães
Diretores Adjuntos:
Fernando Alves Vieira
Helio Copelman
Helena Spyrides
Paulo César Chagas Lessa

Relações Públicas

Objetivos:

Divulgar a imagem pública do Rotary junto ao público externo, difundir de forma profissional junto ao público interno as atividades do Clube.

Utilizar na divulgação das atividades internas os modernos meios de comunicação, em especial os eletrônicos.

Utilizar-se dos meios da mídia escrita, falada e televisiva para promover a imagem pública do Rotary.

Manter uma permanente interação com a Comissão de Programação a fim de selecionar os eventos internos que trabalhem a atração de público externo e agreguem o público interno.

Diretora Geral: Helena Spyrides
Diretores Adjuntos:
Mauricio Cohen
Efrahim Kopel Meniuk
Alfredo Migani

Novas Gerações

Objetivos:

Promover palestras, parcerias e encontros incentivando a atuação de jovens para intercâmbio cultural, apoiando as Conferências de Rotaracts e Interacts;

Participação de ex-intercambistas e ex-bolsistas nas reuniões do nosso Clube;

Selecionar jovens para o intercâmbio internacional de jovens que representem bem o nosso Clube e o nosso Distrito.

Patrocinar jovens líderes para o RYLA (Prêmios rotários de liderança juvenil).

Diretor Geral: João Batista dos Santos
Diretores Adjuntos:
Luiz Antonio Strauss de Campos
Jan Henry Karlsson
Pedro Loureiro Durão
Arnold Schwarz Seif
Celso Afonso Dantas Neto

Diretrizes para o Plano de Ação 2013-2014

Integração – Integração dos Diretores de Comissões, Tesoureiros, e Secretários com Diretores de Comissões de outros Clubs;

“Conheça o seu companheiro” – Implantar o programa “CONHEÇA O SEU COMPANHEIRO”, em que cada novo associado se apresenta à plenária para que todos tomem conhecimento de suas habilidades pessoais e profissionais, suas vivências e experiências, sua vida particular;

Integração – Implantar o programa “Integração de Convidados e Novos Associados” visando estimular a adesão e acelerar a integração de novos associados;

Pesquisa de Opinião – Executar a “Pesquisa de Opinião” utilizando recursos humanos dentro do Distrito 4570 e recursos financeiros da Governadoria;

Projeto já em andamento, com a concordância da GovernadoraAssistente, que conduzirá o projeto à Governadoria;

Divulgação – Utilizar mais fortemente a divulgação da Visão e Missão do Rotary Club para atingir um público que desconhece sequer a existência do RI, e de seus propósitos;

Caso não tenhamos, devemos construí-las;

Utilizar a apresentação feita internamente e executar as suas recomendações (veja opinião de Renato Cursino);

Integração com a sociedade local – Convidar personalidades do bairro (e redondezas) e destaques para as nossas reuniões (palestras específicas, de preferência por companheiros do próprio RCC) para obter maior capilaridade, conhecimento e reconhecimento na sociedade, visando também novas adesões;

Intercâmbio de Jovens – Divulgar o programa, de altíssimo impacto na sociedade e de enorme valor individual e social;

Dada a unicidade desta iniciativa, pode servir bem para a divulgação do RI;

Reforçar a “Prova Quádrupla” – Como usá-la, como não esquecê-la?

Atuar junto ao público-alvo – Buscar a divulgação junto às escolas particulares (em que o público e seus pais são de melhor posição social e econômica) para atrair os pais (e avós) para juntarem-se ao RI;

Escolas frequentadas por pessoas de pior condição social e econômica devem ser alvo de nossas ações (de nossos serviços);

Manter continuidade – Na transição de uma gestão (período rotário) para o próximo, fazer substituição parcial da Diretoria/Conselho, de maneira a manter contínua a linha de ação das gestões que saem;

“Benchmarking” – Criar contato com outros Clubes que tenham apresentado bons resultados em certas áreas e atividades. P. ex.: Santos, no desenvolvimento do quadro associativo; Francisco Beltrão, idem.

anal porn video porn watch fake taxi porn Erotik film Erotik izle Erotik film izle Film izle